OMS: transmissão de covid-19 a partir de assintomáticos é “muito rara”

Especialista diz que é importante traçar rota de pessoas infectadas

A infectologista e chefe do departamento de doenças emergentes da Organização Mundial da Saúde (OMS), Maria Van Kerkhove, afirmou hoje (8) durante a conferência de imprensa diária sobre o novo coronavírus que a propagação de covid-19 a partir de pacientes assintomáticos é “muito rara.”

Segundo a médica, os dados levantados até agora mostram que pessoas que não apresentam os sintomas da doença possuem pouco potencial infectológico para contaminar indivíduos saudáveis. De acordo com a especialista, deve haver esforços dos governos para identificar e isolar pessoas que apresentam sintomas.

“Nós sabemos que existem pessoas que podem ser genuinamente assintomáticas e ter o PCR (teste realizado para detectar a presença do vírus no organismo) positivo. Esses indivíduos precisam ser analisados cuidadosamente para entender a transmissão. Há países que estão fazendo uma análise detalhada desses indivíduos, e eles não estão achando transmissão secundária. É muito rara,”, afirmou a médica ao ser questionada por jornalistas.

Ainda segundo Kerkhove, é necessário traçar todos os contatos que pessoas que desenvolveram a doença tiveram com outros indivíduos. A infectologista afirmou ainda que é necessário realizar mais estudos para chegar a uma “resposta verdadeira” sobre todas as formas de transmissão do novo coronavírus.

(Por Pedro Ivo de Oliveira – Repórter da Agência Brasil – Brasília)

Latest Posts

OMS: transmissão de covid-19 a partir de assintomáticos é “muito rara”

Especialista diz que é importante traçar rota de pessoas...

Governador sanciona leis de autoria do Legislativo

Os textos apresentam aumento de multa para pichadores, coleta...

Auxílio emergencial: Caixa libera 2ª parcela para nascidos em agosto

Hoje, sai o dinheiro para 2,6 milhões de beneficiários A...

Crimes contra o patrimônio caem mais de 21% no DF

Policiamento ostensivo mantido em ruas esvaziadas contribuiu para quedas...

Japão quer começar a vacinar contra coronavírus no 1º semestre de 2021

Governo pretende incentivar simultaneamente pesquisa e produção O Ministério da...